Marlene

Os versos, as rimas, os sonhos nos dão tranquilidade e paz!

Textos


O movimento segue, sempre célere,

O movimento segue, sempre célere,
Não mede esforços, anda, anda e anda,
deixa atrás de si o homem na varanda
que olha a sua volta e vê que o tempo o fere.

As flores ( rosas) fazem propaganda
Do que virá e mesmo que se esmere
Pra entender tanta força não aufere,
Não conquista a mudança da ciranda.

O girassol moveu-se lentamente
Deixou o homem, o sol, voltou-se a si
Para um descanso em outro movimento

Que segue, segue, segue sempre em frente
o homem ferido o espera e lhe sorri:
sabe que é o ciclo do renascimento.



 
MVA
Enviado por MVA em 06/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras