Marlene

Os versos, as rimas, os sonhos nos dão tranquilidade e paz!

Textos




E assim acontecidos nos surgiram;
De repente, sem aviso, de pronto.
Um suco de limão que deixa tonto...
De tão azedo todos nem respiram.

Ao efeito limonada, suspiram
Fazem caras e bocas; há o confronto.
Há o descarte do copo, desaponto.
Há sede e limonada. Só.( Espirram.)

Sede, dor, desconforto, mínguam força
Sem saber porquê deixo a luta. Saio.
Já não sinto mais sede mas me esforço

Pra que o limão não deixe dura mossa
Que dele a decepção toda se esvaia
fazendo desse evento grande troça.
 
MVA
Enviado por MVA em 17/04/2017
Alterado em 17/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras