Marlene

Os versos, as rimas, os sonhos nos dão tranquilidade e paz!

Meu Diário
10/09/2008 11h32
Nunca te detenhas

Tenhas sempre presente que
a pele se enruga, o cabelo embranquece,
os dias convertem-se em anos...

Mas o que é importante não muda;
a tua força e convicção não têm idade.
O teu espírito é como qualquer teia de aranha.
Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida.
Atrás de cada conquista, vem um novo desafio.

Enquanto estiveres viva, sente-te viva.
Se sentes saudades do que fazias, volta a fazê-lo.
Não vivas de fotografias amarelecidas...

Continua, quando todos esperam que desistas.
Não deixes que enferruje o ferro que existe em ti.

Faz com que em vez de pena, te tenham respeito.
Quando não consigas correr através dos anos, trota.
Quando não consigas trotar, caminha.
Quando não consigas caminhar,
usa uma bengala.

Mas nunca te detenhas!!!

 Madre Tereza de Calcutá


Publicado por MVA em 10/09/2008 às 11h32
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Site do Escritor criado por Recanto das Letras